Campeões brasileiros são definidos no Praia Clube de Uberlândia

Crédito: Cristiano Andujar

Crédito: Cristiano Andujar

Uberlândia (MG), 18 de julho de 2015 – O Campeonato Brasileiro Infanto-Juvenil conheceu neste sábado os campeões da edição 2015 nas quadras do Praia Clube de Uberlândia, em Minas Gerais, com tenistas de quatro estados vencendo as chaves de simples.

Ingrid Martins (sub-23 feminino) Crédito: Cristiano Andujar

Ingrid Martins (sub-23 feminino)
Crédito: Cristiano Andujar

A carioca Ingrid Gamarra Martins conquistou o título da categoria sub-23 anos feminino, com a vitória sobre a mato-grossense Isabella Capato Camargo por 2 sets a 0, com 6/0 6/4. Ingrid garantiu o prêmio de R$ 1.500, além de um wild card para o qualifying do WTA Brasil Tennis Cup, que acontece a partir do dia 25 de julho no Costão do Santinho Resort, em Florianópolis.
“Estou muito feliz, era o meu objetivo principal participar do WTA. E agora é treinar esses dias que eu tenho antes do WTA para chegar melhor ainda lá”, afirmou Ingrid, que vai pela segunda vez ao quali do Brasil Tennis Cup, a primeira foi em 2013.

“Eu joguei na quadra rápida, agora vai ser diferente, vai ser no Costão do Santinho. Nunca fui lá, então vai ser uma coisa nova para mim e vou procurar desfrutar do momento. Vai ser um fruto deste torneio aqui que eu ganhei e todo o esforço que eu fiz”, completou a campeã.

Igor Marcondes (sub-23 masculino) Crédito: Cristiano Andujar

Igor Marcondes (sub-23 masculino)
Crédito: Cristiano Andujar

O paulista Igor Marcondes obteve seu primeiro título do Brasileirão na categoria sub-23 anos masculino ao vencer na final o paranaense Gabriel Sidney por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 6/1. Marcondes garantiu o prêmio de R$ 2.000, enquanto Sidney leva R$ 1.000.

“Sabia que teria vários jogos duros, consegui jogar bem todos os jogos e, apesar de ser campeão, fui pensando jogo a jogo para não deixar a cabeça escapar e sair derrotado em alguma partida”, afirma Marcondes.

Na categoria 16 anos feminino, a paulista Marcelle Cirino, campeã sul-americana pelo Time Correios Brasil deste ano, venceu a novata Laura Wayerbacher, que aos 14 anos disputou sua primeira final da categoria acima. Cirino venceu a final com parciais de 6/2 6/3.

Marcelle Cirino (16 anos feminino) Crédito: Cristiano Andujar

Marcelle Cirino (16 anos feminino)
Crédito: Cristiano Andujar

“Foi um jogo bastante complicado, eu entrei um pouco nervosa por ser a Laura, uma jogadora mais nova, que joga muito bem e tirou a Nathalia. Eu estou muito feliz, foi um jogo que eu joguei muito bem, saí na frente, consegui um placar muito bom no começo do jogo e queria também aproveitar para agradecer o meu técnico Gil, que não pôde viajar comigo nos torneios do começo do ano, mas está aqui comigo e sem a tática dele provavelmente eu não teria conseguido ganhar esse torneio”, afirmou Marcelle.

O carioca Christian Oliveira encerrou a série de vitórias do goiano Armando Ferreira, que vinha do qualifying até a final do Brasileirão para conquistar o título da categoria 16 anos masculino. Oliveira venceu a final por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 7/6(3).

Christian Oliveira (16 anos masculino) Crédito: Cristiano Andujar

Christian Oliveira (16 anos masculino)
Crédito: Cristiano Andujar

“Estou muito feliz, batalhei muito para estar aqui. Joguei o meu melhor tênis na final, consegui ganhar de um adversário bom que era o Armando e joguei super bem”, afirmou Christian.

A paulista Alexandra Silva conseguiu a virada para obter o título da categoria 14 anos feminino contra a brasiliense Luiza Fullana, que veio do qualifying. Silva venceu por 2 sets a 1, com 3/6 6/3 6/4.

“O torneio foi bem disputado, principalmente a final, que eu saí perdendo e no segundo set consegui virar. Foi bom para o meu currículo e acabei jogando melhor do que no começo”, analisou Alexandra.

Jackson Xavier (14 anos masculino) Crédito: Cristiano Andujar

Jackson Xavier (14 anos masculino)
Crédito: Cristiano Andujar

O cearense Jackson Xavier, campeão da etapa de Natal do Circuito Juvenil Correios, manteve a boa sequência e conquistou o título da categoria 14 anos masculino ao vencer o baiano Natan Rodrigues por 2 sets a 0, com parciais de 7/6(2) 6/1.

“Foi uma grande conquista para mim porque eu nunca tinha ganhado o Brasileirão e nunca tinha me saído tão bem assim”, comemorou Jackson.

A paulista Camilla Bossi conquistou pela primeira vez o título da categoria 12 anos feminino do Brasileirão ao vencer na final a goiana Lorena Cardoso por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 6/4.

Camilla Bossi (12 anos) Crédito: Cristiano Andujar

Camilla Bossi (12 anos)
Crédito: Cristiano Andujar

“Foi muito legal participar deste torneio, eu me preparei bastante, consegui alcançar meus objetivos, a final foi um jogo muito duro, queria dar os parabéns à Lorena e todo mundo do Praia Clube”, afirmou Bossi.

O catarinense Pedro Boscardin Dias foi bicampeão brasileiro da categoria 12 anos masculino ao vencer o mineiro João Loureiro por 2 sets a 0, com parciais de 6/0 6/3.

“Foi muito bom, eu vim com vitórias boas, treinando bem, me preparei bem para esse torneio e agora é voltar para casa pra treinar”, finalizou Pedro Boscardin Dias.

Alexandra Silva (14 anos feminino) Crédito: Cristiano Andujar

Alexandra Silva (14 anos feminino)
Crédito: Cristiano Andujar

Confira abaixo os resultados de todas as finais do Brasileirão:

Simples

12M: Pedro Boscardin Dias (SC) d. João Loureiro (MG) – 6/0 6/3

12F: Camilla Bossi (SP) d. Lorena Cardoso (GO) – 6/2 6/4

14M: Jackson Xavier (CE) d. Natan Rodrigues (BA) – 7/6(2) 6/1

14F: Alexandra Silva (SP) d. Luiza Fullana (DF) – 3/6 6/3 6/4

16M: Christian Oliveira (RJ) d. Armando Ferreira (GO) – 6/2 7/6(3)

16F: Marcelle Cirino (SP) d. Laura Wayerbacher (RS) – 6/2 6/3

23M: Igor Marcondes (SP) d. Gabriel Sidney (PR) – 6/2 6/1

23F: Ingrid Gamarra Martins (RJ) d. Isabella Camargo (MG) – 6/0 6/4

Pedro Boscardin Dias (12 anos) Crédito: Cristiano Andujar

Pedro Boscardin Dias (12 anos)
Crédito: Cristiano Andujar

Duplas

12M: João Loureiro (MG)/Pedro Boscardin Dias (SC) d. Richard Gama (MT)/Gabriel Santos (SP) – 6/3 6/0

12F: Camilla Bossi (SP)/Lorena Cardoso (GO) d. Juliana Munhoz (SP)/Julia Moraes (DF), 6/1 6/1

14M: Natan Rodrigues (BA)/Alec Lichter (MG) d. Rai Araujo (SP)/Guilherme Toresan (RS) – 6/3 7/6(6)

14F: Gabriela Herwig (RS)/Alexandra Silva (SP) d. Maria Menezes (BA)/Ana Rodrigues (MG), 4/6 6/4 10-7

16M: Charles Junior (DF)/Christian Oliveira (RJ) d. Lucca Baptista (RS)/Armando Ferreira (GO) – 6/3 6/4

16F: Nathalia Gasparin (PR)/Vitoria Okuyama (PR) d. Marcelle Cirino (SP)/Georgia Gulin (PR), 6/7(6) 7/6(9) 10-8

23M: Felipe Alves (SP)/Igor Marcondes (SP) d. Gabriel Sidney (PR)/Luiz Fernando Faria (SC) – 6/3 6/4

23F: Isabella Camargo (MG)/Maria Silva (RJ) d. Ingrid Martins (RJ)/Erika Pereira (SP), 6/7(4) 6/1 10-8

Árbitro Carlos Bernardes visitou o Praia Clube no Brasileirão

Carlos Bernardes conferiu o jogo do carioca Christian Oliveira com o catarinense Mateo Reyes Crédito: Cristiano Andujar

Carlos Bernardes conferiu o jogo do carioca Christian Oliveira com o catarinense Mateo Reyes
Crédito: Cristiano Andujar

Uberlândia (MG), 17 de julho de 2015 – O árbitro internacional Carlos Bernardes, que tem cinco finais de Grand Slam no currículo, visitou nesta quinta-feira o Praia Clube de Uberlândia no segundo dia do GA no Campeonato Brasileiro Infanto-Juvenil.

Para Bernardes, foi uma volta no tempo. Ele já esteve no Brasileirão como tenista, quando a competição foi realizada no Pampulha Iate Clube, em Belo Horizonte.

Hoje um dos principais árbitros da ATP, Carlos Bernardes também já trabalhou como juiz no Brasileirão algumas vezes.

Brasileirão sub-23 anos feminino define semifinalistas na busca por vaga no quali do Brasil Tennis Cup

Isabella Camargo venceu em três sets Crédito: Cristiano Andujar

Isabella Camargo venceu em três sets
Crédito: Cristiano Andujar

Uberlândia (MG), 16 de julho de 2015 – A disputa por uma vaga no qualifying do WTA Brasil Tennis Cup definiu nesta quinta-feira as quatro últimas concorrentes no Campeonato Brasileiro Infanto-Juvenil de tênis no Praia Clube de Uberlândia.

A mato-grossense Isabella Camargo, de 19 anos, que joga por Minas Gerais, venceu uma batalha nesta quinta-feira para se garantir nas semifinais. Ela derrotou a paulista Sophia Chow com parciais de 7/5 2/6 7/7(3).

Na semifinal, Isabella enfrentará a carioca Maria Clara Silva, que superou a mato-grossense Eduarda Ferreira com 6/2 6/1.

Principal favorita ao título nacional, a carioca Ingrid Gamarra Martins venceu o duelo com a paulista Rafaela Santos e avançou para encarar a mineira Ana Carla Resende, que levou a melhor contra a brasiliense Thalita Rodrigues por 2 sets a 1, com 6/3 6/7(4) 6/3.

Disputa por vaga no quali do Brasil Tennis Cup define quartas de final em Uberlândia

Crédito: Cristiano Andujar

Crédito: Cristiano Andujar

Uberlândia (MG), 15 de julho de 2015 – Oito jovens tenistas seguem na disputa por uma vaga no qualifying do WTA Brasil Tennis Cup, que será realizado entre os dias 25 de julho e 1 de agosto no Costão do Santinho Resort, em Florianópolis.

Pela primeira vez, o Campeonato Brasileiro dará à campeã da categoria sub-23 anos feminino uma vaga no qualifying de um torneio WTA. A competição acontece até o próximo sábado no Praia Clube de Uberlândia, reunindo os melhores atletas das categorias 12, 14, 16 e sub-23 anos.

Nesta quarta-feira, a carioca Ingrid Martins, de 18 anos e atual 938ª no ranking da WTA, estreou vencendo a paulista Amanda Helminsky, que veio do quali, com 6/1 6/0. Ela enfrentará nas quartas de final a paulista Rafaela Santos, de 17 anos, que superou a também paulista Victoria Giannaccini por 7/6(4) 6/1.

Cabeça de chave 3, a paulista Amanda Andrade Silva, de 18 anos, derrotou a mineira Ana Carla Resente com parciais de 6/4 6/3 e encara a brasiliense Thalita Rodrigues, que avançou ao superar a paranaense Lara Oliveira por 6/4 6/2.

Vencedora do Rendez-Vous à Roland-Garros deste ano, a carioca Maria Clara Silva estreou derrotando a paulista Pamela Wu por duplo 6/1. Ela duelará com a mato-grossense Eduarda Ferreira, que venceu a paulista Rafaella Sampaio com 6/2 6/1.

Tenista que vem de sua primeira participação em Grand Slam juvenil, jogando a chave principal do torneio junior de Wimbledon, a paulista Sophia Chow, de 17 anos, estreou vencendo a paranaense Eduarda Santos, atleta do circuito universitário americano, por duplo 6/4. Ela encara a nas quartas de final a mineira Isabella Camargo, que venceu a paulista Erika Pereira também com duplo 6/4.

São Paulo vence Copa das Federações pela 11ª vez em Uberlândia

Foto: Cristiano Andujar

Foto: Cristiano Andujar

Uberlândia (MG), 14 de julho de 2015 – O estado de São Paulo conquistou nesta terça-feira o seu 11º título da Copa das Federações no Praia Clube, em Uberlândia, com uma das melhores campanhas já realizadas na competição, em vantagem de 32 pontos para o vice-campeão.

Com 140 pontos, os paulistas superaram os estados do Rio Grande do Sul, que encerrou a classificação com 108 pontos na segunda colocação, e o Paraná, que ficou em terceiro lugar com 83 pontos.

Presente em sete das oito finais possíveis na competição, São Paulo venceu as chaves de 12 anos feminino, 14 anos masculino, 14 anos feminino e sub-23 anos feminino, além do vice-campeonato de 12 anos masculino, 16 anos feminino e sub-23 anos masculino.

Derrotada no ano passado por Minas Gerais, São Paulo investiu na competição deste ano e trouxe a Uberlândia reforços dentro e fora da quadra.

“No ano passado, logo depois que a gente perdeu, os treinadores me procuraram e pediram melhores condições para preparar o time. Então nós prometemos uma equipe mais completa para fazer uma melhor campanha e viemos com um treinador para cada categoria, um treinador coordenador da equipe, uma nutricionista, um preparador fisico e uma van para ajudar na logística dos treinos. Tivemos um treinamento antecipado, reunimos todo mundo e foi isso. Aprendemos a lição do ano passado e corrigimos para este ano”, afirmou Luiz Fernando Balieiro, presidente da Federação Paulista.

“Fizemos um planejamento minucioso, preparamos a equipe quatro dias antes em São Paulo, eles se encontraram, instauramos um belo espírito de equipes. Tudo aqui estava planejado e organizado em função dos horários dos jogos, tivemos acompanhamento de preparador físico, de nutricionista que estava com eles na quadra o tempo todo, uma equipe de treinadores que são a nata do tênis do estado, tudo para chegar neste 11º título”, completou Albers Bernardes, delegado da equipe de São Paulo.

Terceiro colocado no ano passado, o Rio Grande do Sul chegou ao vice-campeonato com os títulos das categorias 16 anos masculino e sub-23 anos masculino, além do vice-campeonato da categoria 14 anos masculino.

O Paraná voltou ao pódio este ano com o terceiro lugar ao conquistar os títulos de 16 anos feminino e 16 anos masculino B.

Atual campeão, Minas Gerais ficou na quarta colocação com o total de 73 pontos, com uma final disputada no vice-campeonato da categoria sub-23 anos feminino.

Ao todo, a Copa das Federações contou com 17 estados participantes e 81 equipes divididas entre as categorias 12 anos, 14 anos, 16 anos e sub-23 anos masculino A, masculino B e feminino.

Assim como nos últimos anos, a Copa das Federações é uma competição indicada pela Confederação Brasileira de Tênis nas categorias 14, 16 e sub-23 anos masculino e femino da divisão A para o programa Bolsa Atleta do Ministério do Esporte.

Nesta quarta-feira, a partir das 10h, começa a disputa da chave principal (GA) do Campeonato Brasileiro Infanto-Juvenil Individual, o Brasileirão, também nas quadras do Praia Clube.

Confira abaixo a classificação final:

  1. São Paulo – 140 pontos
  2. Rio Grande do Sul – 108 pontos
  3. Paraná – 83 pontos
  4. Minas Gerais – 73 pontos
  5. Santa Catarina – 72 pontos
  6. Goiás – 72 pontos
  7. Distrito Federal – 58 pontos
  8. Rio de Janeiro – 49 pontos
  9. Bahia – 45 pontos
  10. Ceará – 28 pontos
  11. Mato Grosso do Sul – 26 pontos
  12. Pernambuco – 24 pontos
  13. Amazonas – 14 pontos
  14. Paraíba – 12 pontos
  15. Mato Grosso – 10 pontos
  16. Pará – 7 pontos
  17. Maranhão – 5 pontos

Veja o resultado final de cada categoria:

12 anos feminino: São Paulo campeão – Distrito Federal vice

14 anos feminino: São Paulo campeão – Bahia vice

16 anos feminino: Paraná campeão – São Paulo vice

23 anos feminino: São Paulo campeão – Minas Gerais vice

12 anos masculino A: Santa Catarina campeão – São Paulo vice

14 anos masculino A: São Paulo campeão – Rio Grande do Sul vice

16 anos masculino A: Rio Grande do Sul campeão – Goiás vice

23 anos masculino A: Rio Grande do Sul campeão – São Paulo vice

12 anos masculino B: Bahia campeão – Ceará vice

14 anos masculino B: Ceará campeão – Rio de Janeiro vice

16 anos masculino B: Paraná campeão – Mato Grosso do Sul vice

23 anos masculino B: Ceará campeão – Mato Grosso do Sul vice

Jovens brasileiras iniciam corrida por uma vaga no quali do Brasil Tennis Cup

Crédito: Cristiano Andujar

Crédito: Cristiano Andujar

Uberlândia (MG), 14 de julho de 2015 – A corrida por uma vaga no qualifying do WTA Brasil Tennis Cup 2015 começa nesta quarta-feira em Uberlândia, no Praia Clube, onde acontece o Campeonato Brasileiro Infanto-Juvenil, que dará à campeã da categoria sub-23 anos feminino em simples um wild card para disputar uma vaga na chave principal em Florianópolis.

O Campeonato Brasileiro tem na disputa um total de 16 tenistas na chave principal do sub-23 anos feminino, com representantes de Distrito Federal, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo.

As candidatas a ficar com a vaga são a brasiliense Thalita Rodrigues, as cariocas Ingrid Gamarra Martins e Maria Clara Silva, a mato-grossense Eduarda Ferreira, as mineiras Ana Carla Resende e Isabella Camargo, as paranaenses Eduarda Santos e Lara Oliveira, e as paulistas Amanda Andrade Silva, Amanda Helminsky, Erika Pereira, Pamela Wu, Rafaela Santos, Rafaella Sampaio, Sophia Chow e Victoria Giannaccini.

O Costão do Santinho Resort será a sede do WTA Brasil Tennis Cup deste ano, de 25 de julho a 1 de agosto, e já está com a preparação a toda para receber as grandes tenistas brasileiras e estrangeiras, com destaque para Teliana Pereira e Beatriz Haddad Maia, além da americana Bethanie Mattek-Sands, a australiana Ajla Tomljanovic.

Brasileirão inicia Tennis 10’s e duplas nesta quarta-feira em Uberlândia

Maria Eduarda Pajaro Crédito: Cristiano Andujar

Maria Eduarda Pajaro
Crédito: Cristiano Andujar

Uberlândia (MG), 7 de julho de 2015 – O Campeonato Brasileiro Infanto-Juvenil inicia nesta quarta-feira a disputa das categorias 9 e 10 anos no Praia Clube de Uberlândia, que tem a programação a partir das 8h (de Brasília) com mais de 100 jogos previstos, com as chaves de simples e duplas do G1.

Nesta terça-feira, as chaves femininas de 14 e 16 anos tiveram os primeiros resultados definidos, com 32 tenistas classificadas em cada chave para a segunda rodada. Entre os destaques de 14 anos, a capixaba Julia Castro venceu a brasiliense Beatriz Sattin e vai encarar na segunda rodada a paranaense Maria Eduarda Oliveira. A paraibana Laura Souza venceu a mineira Isabel Celio e será a adversária da baiana Catharina Azevedo.

Na chave de 16 anos feminino, a tenista do Praia Clube, Maria Eduarda Pajaro venceu o duelo de xarás com a paulista Maria Eduarda Impalea e avançou para enfrentar a gaúcha Leticia Lunge. Tayná Mendes, do Rio de Janeiro, venceu a capixaba Mariana Correa e será a adversária da cabeça de chave 1 do G1, a paulista Julia Silva.

Com jogos iniciados também nesta terça-feira, os tenistas da categoria 12 anos definiram os primeiros 16 classificados para a segunda rodada. Entre os destaques, os gêmeos mineiros Gustavo e Gabriel Masu, que avançaram. Gustavo venceu o paulista Enzo Lima, enquanto Masu passou pelo carioca João Blumenschein.

A chave de 14 anos masculino teve mais 20 tenistas definidos na segunda rodada do G1, com destaque para o carioca Eric Silberman, que venceu o paulista Diego Castro, e o paulista Eike Onodera, que superou o amazonense João Pedro Denys.

Na categoria 16 anos masculino, os primeiros 16 tenistas garantidos na penúltima rodada do qualifying foram definidos. O catarinense Victor Oliveira foi um dos classificados ao derrotar o paulista Daniel Machado. O paulista Matheus Leite surpreendeu o cabeça de chave 2, o mineiro Lucas Dini.

A segunda metade dos jogos da primeira rodada da categoria sub-23 anos masculino também foi realizada nesta terça-feira, com destaque para o mineiro Bruno Duarte, que venceu o brasiliense Leonardo Queiroz, e o paranaense Enrico Lima, que superou o brasiliense Laert Junior.

Brasileirão começa com 97 jogos nesta segunda-feira em Uberlândia

Crédito: Rubens Lisboa/CBT

Crédito: Rubens Lisboa/CBT

Uberlândia (MG), 5 de julho de 2015 – O Campeonato Brasileiro Infanto-Juvenil 2015 começa neste segunda-feira, com jogos a partir das 9h (de Brasília), no Praia Clube de Uberlândia, que recebe até o dia 18 de julho mais de 800 tenistas de todo o país disputando o qualifying e as chaves principais do Brasileirão, além da Copa das Federações.

O torneio conta com tenistas representantes de 22 estados, com destaque para São Paulo, com um total de 297 atletas, seguido por Minas Gerais com 91, Distrito Federal com 71, Santa Catarina com 49, Goiás com 46, Rio Grande do Sul com 40, Rio de Janeiro com 35 e Paraná com 33, além de Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Sergipe e Tocantins.

Nesta segunda-feira, serão disputados os primeiros jogos das categorias 14 anos masculino, 16 anos masculino e sub-23 anos masculino do G1, que é um qualificatório para a chave principal (GA) do Brasileirão. No total, estão programados 97 jogos de simples no primeiro dia do quali. Os tenistas entram em quadra em busca de oito vagas nas chaves masculinas e quatro nas femininas.

O primeiro dia de jogos tem entre os destaques a estreia do mineiro João Pedro Alves, atleta do Praia Clube, que joga em casa a primeira rodada do quali contra o catarinense Benjamin Poli na categoria 14 anos masculino, que tem 22 partidas de simples programadas.

A chave de 16 anos masculino, com 61 jogos programados no primeiro dia, tem a estreia do paulista Rodrigo Carvalho, vencedor do G1 na etapa de Londrina do Circuito Juvenil Correios, que encara o mineiro João Lages. Finalista do G1 em Natal, o paulista João Urquiza estreia contra o mineiro Daniel Morais.

Na categoria sub-23 anos masculino, serão disputados 14 jogos nesta segunda-feira. O capixaba João Costa duela com o paulista Christian Ogino, o carioca Hugo Moura encara o brasiliense Rafael Garcia e o mineiro Marco Castro enfrenta o paulista Matheus Veltri, entre outros.

Inscrições do Brasileirão Infanto-Juvenil terminam na segunda-feira

logobrasileiraoface

São Paulo (SP), 19 de junho de 2015 – O Campeonato Brasileiro Infanto-Juvenil 2015 encerra nesta segunda-feira, 22 de junho, as incrições para os tenistas das categorias 12, 14, 16 e sub-23 anos masculino e feminino. Para se inscrever acesse o tenisintegrado.com.br.

Neste ano o Campeonato Brasileiro será disputado no Praia Clube de Uberlândia, em Minas Gerais, entre os dias 6 e 18 de julho. Assim como no ano passado, o G1 será um qualifying para o GA, chave principal do torneio. A disputa do G1 será de 6 a 11 de julho, enquanto o GA acontece logo após a Copa das Federações, de 15 a 18 de julho.

O Brasileirão é o torneio nacional de maior pontuação no ranking da CBT, distribuindo 500 pontos ao campeão e 400 ao vice, além de pontuar desde a primeira rodada do qualifying (G1). A competição será utilizada mais uma vez para a indicação da categoria nacional do programa Bolsa Atleta, do Ministério do Esporte.

A categoria sub-23 anos tem a disputa de duplas no Brasileirão, que assim como na chave de simples, terá premiação em dinheiro no GA. A chave masculina distribui no total, a partir das quartas de final, R$ 5.000 em simples, e, na final masculina de duplas R$ 1.500.

Na categoria sub-23 anos feminino, a partir das semifinais há uma premiação total de R$ 3.000 em simples e R$ 1.050 nas duplas. Além disso, neste ano a campeã de simples terá um wild card para o qualifying do WTA Brasil Tennis Cup, que será disputado em Florianópolis de 25 de julho a 1 de agosto. Lembrando que para estar apta ao qualifying do WTA Brasil Tennis Cup, a tenista deverá estar de acordo com o regulamento e as taxas específicas da WTA.

Não há limite no número de tenistas inscritos para o qualifying (G1), todos que fizerem a inscrição dentro do prazo terão a oportunidade de jogar e buscar uma vaga na chave principal. Os tenistas que perderem na rodada final do G1 poderão entrar como lucky loser de acordo com o sorteio de prioridade em caso de ausência de algum tenista do GA.

Clique aqui para conferir o regulamento do Campeonato Brasileiro Infanto-Juvenil 2015.

Campeã brasileira sub-23 ganhará Wild Card para o quali do WTA Brasil Tennis Cup

brasileiraowta

São Paulo (SP), 17 de junho de 2015 – Entre os dias 25 de julho e 1 de agosto, o Brasil realiza o torneio WTA Brasil Tennis Cup, em Florianópolis, contando com grandes nomes do tênis feminino brasileiro e internacional. A grande novidade deste ano é a chance para a campeã brasileira participar.

A Confederação Brasileira de Tênis vai premiar com um Wild Card para o qualifying do torneio internacional a campeã de simples categoria sub-23 anos feminino do Campeonato Brasileiro Infanto-Juvenil, que acontece entre os dias 6 e 18 de julho no Praia Clube de Uberlândia, em Minas Gerais.

Lembramos que na próxima segunda-feira (22 de junho) se encerram as inscrições para o Campeonato Brasileiro Infanto-Juvenil e não haverá prorrogação na data final para que as tenistas façam suas inscrições. O Brasileirão terá o qualificatório (G1) entre os dias 6 e 11 de julho. A chave principal (GA) será disputada de 15 a 18 de julho para definir os campeões brasileiros de 2015.

Além do Wild Card para o qualifying de Florianópolis, o Brasileirão mantém a premiação em dinheiro para as jogadoras a partir das semifinais, com R$ 350 para semifinalistas, R$ 800 para a vice-campeã e R$ 1.500 para a campeã de simples. Nas duplas, a categoria sub-23 anos feminino do Brasileirão haverá apenas a premiação em dinheiro, com R$ 350 para a dupla vice-campeã e R$ 700 para a dupla campeã.

O Wild Card do qualifying será dado apenas para a campeã de simples da categoria sub-23 anos feminino do Brasileirão 2015.

Para estar apta a disputar o qualifying do WTA Brasil Tennis Cup, a tenista deverá estar de acordo com o regulamento e as taxas específicas da WTA. (Confira aqui o regulamento)