Crianças de escola pública na Ceilândia visitaram a Copa das Federações

Crédito: Divulgação/CBT

Crédito: Divulgação/CBT

Brasília (DF), 24 de julho de 2014 – A Confederação Brasileira de Tênis e os Correios realizaram junto à Federação Brasiliense de Tênis e a Capital Cap uma ação de tênis comunitário nesta quarta-feira durante as finais da Copa das Federações no Clube do Exército de Brasília, no Distrito Federal.

Cerca de 30 crianças de uma escola na classe 27 da Ceilândia, cidade satélite no Distrito Federal, tiveram aulas de tênis e ações lúdicas do esporte em uma das quadras onde foi disputado o maior torneio nacional por equipes durante o Campeonato Brasileiro Juvenil.

A ação foi coordenada por Ricardo Morais, um dos capacitadores da Confederação Brasileira de Tênis que trabalha o projeto pela CBT e a FBT para aumentar o alcance de praticantes entre crianças de escolas públicas do Distrito Federal.

“Nós aumentamos esse projeto, hoje já atingimos 25 escolas do Distrito Federal atendendo um total de 3 mil crianças. As aulas acontecem durante a Educação Física, os professores são capacitados dentro da escola, pelo capacitador da CBT, que no caso que sou eu. Nós doamos o material que é no caso mini-rede, raquetes e bolas e as aulas acontecem durante as aulas dentro das escolas”, explica Ricardo Morais.

“Esses professores também saem das escolas e vêm fazer uma capacitação continuada. Eles têm seis meses subsidiados pela FBT e CBT para melhorar o nível técnico deles e passar posteriormente para as crianças. Esse é um projeto que vem acontecendo desde setembro do ano passado e a nossa ideia é chegar ao fim do ano com 50 escolas no Distrito Federal, somente escolas de baixa renda e rede pública”, completa Morais.

Além de praticar tênis no Clube do Exército, as crianças tiveram a oportunidade de acompanhar algumas partidas da Copa das Federações e ficaram na torcida pelo Distrito Federal durante o confronto com o Rio de Janeiro na final da categoria 16 anos masculino, que foi vencida pelos brasilienses.

“Aqui são crianças de uma cidade satélite que chama Ceilândia, eles nunca viram um jogo de tênis e estão tendo um contato agora nas escolas. Hoje eles estão tendo uma oportunidade de saber o que é o tênis, de vivenciar o mundo do tênis”, finaliza o coordenador da ação.

Minas Gerais conquista a Copa das Federações pela primeira vez

Rubens Lisboa/CBT

Rubens Lisboa/CBT

Brasília (DF), 23 de julho de 2014 – Minais Gerais conquistou pela primeira vez a Copa das Federações nesta quarta-feira no Clube do Exército de Brasília ao superar São Paulo em uma disputa equilibrada, que terminou com seis pontos de diferença, enquanto o Rio Grande do Sul ficou com o terceiro lugar da competição.

Depois de São Paulo ter levado o troféu de campeão nas últimas edição, desta vez os mineiros comandaram a festa com o primeiro título após chegar perto em edições anteriores. Rio Grande do Sul e Distrito Federal empataram em pontos e a decisão pelo terceiro lugar ficou no saldo de vitórias.

Lázaro Ferreira, delegado da equipe de Minas Gerais, recebeu o troféu de campeão das mãos do árbitro-geral George Higuashi e homenageou Miguel Bechara, ex-presidente da Federação Mineira de Tênis, falecido no mês passado, lembrando que a conquista era um sonho do dirigente.

“Esse ano perdemos o presidente da Federação Mineira e era o torneio que ele mais investia. O sonho dele era ser campeão. A gente está muito emocionado porque queríamos muito mesmo ganhar, acho que toda federação tem que valorizar muito esse evento”, afirmou Lázaro Ferreira, o Lazinho.

“Obrigado a todos, os capitães foram muito bacanas, o evento foi muito bom e a gente fez de tudo para estar aqui. E no ano que vem estaremos aqui de novo e tentando brigar. Para nós é a primeira vez mesmo e nós queremos brigar por mais vezes agora”, completou o delegado da equipe mineira.

Entre as categorias, o Distrito Federal foi destaque com os títulos de 16 anos masculino e sub-25 anos feminino, sendo o único a vencer duas categorias nas chaves A. O Rio Grande do Sul venceu o sub-25 anos masculino A e também na categoria 16 anos masculino B. O Pará foi o grande vencedor das chaves B com as categorias 12 e 14 anos masculino. No total foram nove estados conquistando títulos de categorias: Alagoas, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo e Sergipe.

 

Confira abaixo a classificação geral:

1º Minas Gerais - 109 pontos
2º São Paulo - 103
3º Rio Grande do Sul - 90
4º Distrito Federal - 90
5º Paraná - 81
6º Goiás - 70
7º Santa Catarina - 58
8º Bahia - 42
9º Espírito Santo - 39
10º Alagoas - 34
11º Pará - 22
12º Rio de Janeiro - 19
13º Maranhão - 13
14º Mato Grosso - 13
15º Sergipe - 12
16º Ceará - 11
17º Rio Grande do Norte - 9
18º Tocantins - 2
19º Pernambuco – 2

 

Confira abaixo os campeões por categoria:

12 anos feminino: Goiás
12 anos masculino: Alagoas
12 anos masculino B: Pará
14 anos feminino: Minas Gerais
14 anos masculino: São Paulo
14 anos masculino B: Pará
16 anos feminino: Paraná
16 anos masculino: Distrito Federal
16 anos masculino B: Rio Grande do Sul
Sub-25 feminino: Distrito Federal
Sub-25 masculino: Rio Grande do Sul
Sub-25 masculino B: Sergipe

Copa das Federações tem decisão do estado campeão nesta quarta-feira

DSC_0072

Brasília (DF), 22 de julho de 2014 – A Copa das Federações conheceu na noite desta terça-feira os finalistas de todas as categorias nas chaves A e B para a definição do estado campeão que acontece nesta quarta-feira, a partir das 8h, com a rodada final no Clube do Exército de Brasília, no Distrito Federal.

O estado de Minas Gerais é o que tem mais tem equipes classificadas para finais com o total de quatro times buscando títulos nas categorias 14 anos masculino e feminino, 16 anos feminino e sub-25 anos feminino. Destaque para a vitória de virada sobre o Ceará na semifinal da categoria 14 anos masculino.

São Paulo vem a seguir com três equipes disputando finais nas categorias 12 anos masculino, 14 anos masculino e sub-25 anos masculino. A equipe paulista teve um confronto complicado contra a Bahia na categoria sub-25 masculino após a derrota de Fernando Romboli para Carlos Longhi Neto na primeira partida. Augusto Laranja venceu Evaldo Neto e em uma disputa equilibrada, Laranja e Romboli viraram a disputa contra a dupla da Bahia.

A equipe do Rio Grande do Sul disputa duas finais A nas categorias 14 anos feminino e também no sub-25 anos masculino. Na chave B, os gaúchos jogam a final de 16 anos masculino contra Alagoas. A equipe do Rio Grande do Sul contou com Fabricio Neis para derrotar o Paraná na semifinal do sub-25 masculino por 2 a 1.

Jogando em casa, o Distrito Federal também garantiu duas equipes na disputa de títulos nesta quarta-feira nas categorias 16 anos masculino e sub-25 anos feminino. Em um confronto bastante agitado e com a torcida jogando a favor, o time candango bateu São Paulo por 2 a 1 na semifinal de 16 anos masculino depois de virar uma disputa contra o Rio Grande do Sul no sub-25 feminino.

Alagoas (12 anos masculino), Goiás (12 anos feminino), Paraná (16 anos feminino), Rio de Janeiro (16 anos masculino) e Santa Catarina (12 anos feminino) também contam com equipes nas finais de chaves A.

O Pará é o estado com mais finais nas chaves B e decide os títulos de 12 e 14 anos masculino. Outras equipes com decisões a disputar nesta quarta-feira são Alagoas (16 anos masculino), Espírito Santo (sub-25 masculino), Mato Grosso (12 anos masculino), Rio de Janeiro (14 anos masculino) e Sergipe (sub-25 masculino).

O título de cada categoria na divisão A vale 20 pontos, enquanto o vice fica com 16, o terceiro com 13 e o quarto com 10. Na divisão B o título vale 10 pontos, com o vice levando oito, o terceiro colocado com seis e o quarto com três. Confira abaixo as finais que serão realizadas nesta quarta-feira:

Divisão A
12 anos feminino: Santa Catarina x Goiás
12 anos masculino: Alagoas x São Paulo
14 anos feminino: Minas Gerais vs Rio Grande do Sul
14 anos masculino: São Paulo x Minas Gerais
16 anos feminino: Paraná x Minas Gerais
16 anos masculino: Distrito Federal x Rio de Janeiro
25 anos feminino: Distrito Federal x Minas Gerais
25 anos masculino: Rio Grande do Sul x São Paulo

Divisão B
12 anos masculino: Pará x Mato Grosso
14 anos masculino: Rio de Janeiro x Pará
16 anos masculino: Alagoas x Rio Grande do Sul
25 anos masculino: Sergipe x Espírito Santo

Copa das Federações começa nesta segunda-feira em Brasília

DSC_0496

Brasília (DF), 20 de julho de 2014 – Maior competição nacional por equipes, a Copa das Federações tem início nesta segunda-feira, a partir das 8h, no Clube do Exército de Brasília. Neste domingo foram sorteadas as chaves das categorias 12 anos masculino A e B, 12 anos feminino, 14 anos masculino A e B, 14 anos feminino, 16 anos masculino A e B, 16 anos feminino, Sub-25 anos masculino A e B, além do Sub-25 anos feminino.

Neste ano competem as equipes de Alagoas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

O sorteio foi realizado às 12h deste domingo no Clube do Exército de Brasília pelo árbitro-geral George Higuashi, ao lado do diretor do torneio Dennis Forster, na presença dos capitães e delegados de todas as federações participantes.

Tenistas como os paulistas Fernando Romboli e Augusto Laranja, o gaúcho Fabricio Neis, o sergipano Victor Maynard, o paranaense Felipe Fonseca, o baiano Evaldo Neto, a mineira Marina Cunningham Pereira, a brasiliense Lara Soares, o catarinense Gabriel Boscardin Dias, o carioca Gabriel Dabdab, a capixaba Mariana Correa, o paraense João Pedro Alves, o cearense Jackson Xavier, o alagoano Roberto Cotrim Neto e a goiana Nalanda Silva são alguns dos destaques na competição que reúne quase 300 atletas.

Além dos jogos serão realizadas duas palestras abertas a todos os participantes nesta segunda-feira. A partir das 18h30, Ricardo Reis fala sobre o Departamento Técnico e o Departamento de Arbitragem da CBT, por ele coordenados. A seguir, às 19h15, Cesar Kist apresenta o programa Junior Tennis School ITF e a Formação de Jogadores até 11 anos.

Confira a programação desta segunda-feira e as chaves de todas as categorias nesta página.

Brasileirão tem classificados definidos do G1 em Brasília

Gabriel Batagin (SP) Crédito: Divulgação/CBT

Gabriel Batagin (SP)
Crédito: Divulgação/CBT

Brasília (DF), 20 de julho de 2014 – O Campeonato Brasileiro Juvenil definiu neste domingo os tenistas classificados para a chave GA (principal), que será disputada entre os dias 24 e 27 de julho no Clube do Exército de Brasília, no Distrito Federal, que a partir desta segunda-feira tem a realização da Copa das Federações.

Tenistas de Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo garantiram a classificação e se juntam aos tenistas previamente definidos no GA.

A categoria 12 anos feminino teve a classificação da goiana Lorena Cardoso, a gaúcha Isadora Machado, a catarinense Ana Julia Sbalchieiro e a paulista Erika Cheng para o GA. O paraense Joaquim Almeida, o mato-grossense Richard Gama, o carioca Matheus Paiva, o brasiliense Vitor Cavalcante e os paulistas Matheus Bueres e Kaio Roncon furaram o quali de 12 anos masculino.

As paulistas Jennifer Dourado e Priscila Baptista, a mineira Mirella Cavalcanti e a paranaense Giovana Liberatti avançaram ao GA de 14 anos feminino. Na chave masculina se classificaram os paulistas Mateus Alves e Jhonn Guzman, o goiano Carlos Oliveira, o gaúcho Guilherme Toresan, o paranaense Rafael Barcelos e o brasiliense Nino Portugal.

Pela categoria 16 anos feminino, se classificaram as paulistas Alessandra Silva, Mariana Borges e Beatriz Silva, além da paranaense Gabriela Araújo. A chave masculina teve a classificação dos gaúchos Lucca Baptista e João Ceolin, além dos paulistas Gabriel Bugiga, Arthur Justo, Gabriel Silva e Gabriel Batagin.

Os tenistas que se classificam para o GA na categoria sub-25 anos masculino foram o catarinense João Hinsching, o brasiliense Vitor Oliveira, o paulista Lucas Silveira, o gaúcho Ramon Simonetti e os paranaenses Lucas Coutinho e Flávio Tonon Filho.

Campeonato Brasileiro Juvenil define classificados para o GA neste domingo

Nino Portugal (DF) Crédito: Divulgação/CBT

Nino Portugal (DF)
Crédito: Divulgação/CBT

Brasília (DF), 19 de julho de 2014 – O Campeonato Brasileiro Juvenil teve neste sábado a definição dos tenistas que disputam a rodada final do G1 em busca de vaga na chave principal do torneio (GA), que tem o dobro de pontuação em relação às outras etapas do Circuito Juvenil Correios.

As finais do qualificatório acontecem neste domingo, a partir das 8h30, no Clube do Exército de Brasília, com partidas das categorias 12 anos, 14 anos e16 anos masculino e feminino, além do sub-25 anos masculino.

Na categoria 12 anos feminino são quatro vagas. A goiana Lorena Cardoso enfrenta a baiana Gabriela Mascarenhas, a gaúcha Isadora Machado encara a mineira Clara Penido, a brasiliense Isabel Oliveira duela com a catarinense Ana Julia Sbalchieiro e a gaúcha Riana Tornquist joga contra a paulista Erika Cheng.

A chave de 12 anos masculino tem seis vagas no GA em disputa. O paranaense Eduardo Stephanes enfrenta o paraense Joaquim Almeida, o paulista Victor Bini duela com o mato-grossense Richard Gama, o mineiro Pedro Campos encara o paulista Matheus Bueres, o paulista Marcelo Romboli Filho tem como adversário o carioca Matheus Paiva, o paulista Gabriel Santos joga com o brasiliense Vitor Cavalcante e o paranaense Juliano Scherman faz o jogo final com o paulista Kaio Roncon.

Pela chave de 14 anos feminino, as paulistas Fernanda Balduino e Jennifer Dourado duelam, enquanto a mineira Mirella Cavalcanti enfrenta a cearense Gabriele Viana. A gaúcha Rafaela Manfrin encara a paranaense Giovana Liberatti e a paranaense Paola Prado joga contra a paulista Priscila Baptista.

A categoria 14 anos masculino tem o duelo dos paulistas Mateus Alves e Matheus Lima, além do encontro dos também paulistas Jhonn Guzman e Igor Koshiba. O goiano Carlos Oliveira enfrenta o paulista João Vitor Souza, o brasiliense Gustavo Campos encara o gaúcho Guilherme Toresan, enquanto o mineiro Pedro Maciel joga com o paranaense Rafael Barcelos e o paulista Victor Castro joga com o brasiliense Nino Portugal.

Tenistas de São Paulo são maioria na categoria 16 anos feminino, que terá o duelo entre as tenistas do estado Julia Souza e Alessandra Silva. A também paulista Mariana Borges enfrenta a alagoana Sara Silva, a paulista Julia Azevedo encara a paranaense Gabriela Araújo, enquanto a gaúcha Heloisa Adams encontra a paulista Beatriz Silva na rodada final do qualificatório G1.

O goiano Ronaldo Sousa Filho eliminou o cabeça de chave 1 no qualificatório de 16 anos masculino e enfrentará o paulista Gabriel Bugiga neste domingo. Os paulistas Albert Mello e Arthur Justo também duelam pela vaga no GA. O paulista Gabriel Silva encara o gaúcho Victor Castro, os paulistas Gabriel Batagin e Rafael Tosetto fazem outro jogo final, enquanto o paulista Breno Pereira enfrenta o gaúcho Lucca Baptista e o gaúcho João Ceolin joga com o cearense Armando Rangel.

A categoria sub-25 anos masculino também terá a definição das seis vagas no GA começando pelo duelo entre o paranaense Lucas Coutinho e o paulista Lucas Freitas. O catarinense João Hinsching faz outro jogo classificatório com o gaúcho Artur Etzberger, enquanto o mineiro Carlos Hooper joga com o brasiliense Vitor Oliveira, que busca a classificação para buscar o tricampeonato brasileiro. O mato-grossense Mathaus Spiering, vice-campeão do ano passado, e o paulista Lucas Silveira se enfrentam na rodada decisiva, que tem ainda o confronto do paulista Vinicius Silva com o gaúcho Ramon Simonetti e a partida entre o paulista Mauricio Santos e o paranaense Flavio Tonon Filho.

Neste domingo o site oficial do Circuito Juvenil Correios também vai disponibilizar as chaves da Copa das Federações. O sorteio das chaves acontece a partir das 12h e o início da competição será na segunda-feira, às 8h.

Campeonato Brasileiro define primeiros finalistas do G1 em Brasília

Crédito: Divulgação/CBT

Crédito: Divulgação/CBT

Brasília (DF), 18 de julho de 2014 – O Campeonato Brasileiro Juvenil teve nesta sexta-feira a definição dos primeiros finalistas do qualifying (chave G1) na busca pela vaga no GA das categorias 12, 14 e 16 anos do maior campeonato nacional de base do tênis no Clube do Exército, em Brasília. Neste sábado serão conhecidos todos os classificados para a rodada final que acontece no domingo.

Na chave de 12 anos feminino, a goiana Lorena Cardoso, a baiana Gabriela Mascarenhas, a gaúcha Isadora Machado e a mineira Clara Penido avançaram para a rodada final do G1. Outras quatro finalistas do quali se definem neste sábado.

Pela chave masculina, os paulistas Marcelo Romboli, Gabriel Santos, Renan Almeida, Eduardo Criscuolo e Kaio Roncon avançaram com os brasilienses Matheus Tavares e Vitor Cavalcante, o catarinense Henrique Baggio, o carioca Matheus Paiva, o paranaense Juliano Scherman, o baiano Luis Santana e o gaúchio Lucius Soller.

A categoria 14 anos feminino teve a classificação das paulistas Fernanda Balduino e Jennifer Dourado, além da mineira Mirella Cavalcanti e a cearense Gabriele Viana para a última rodada da chave qualificatória.

Os mineiros Alec Lichter, Pedro Maciel e Renan Perdigão avançaram à terceira rodada de 14 anos masculino ao lado do gaúcho Guilherme Toresan, os brasilienses Bernardo Pappas e Nino Portugal, os paulistas Gustavo Pereira, Victor Castro e Rafael Silva, além do paranaense Rafael Barcelos e o paraense João Pedro Alves.

Já na chave de 16 anos feminino, as paulistas Julia Souza, Alessandra Silva e Mariana Borges avançaram junto à alagoana Sara Silva. Outras oito tenistas jogam neste sábado na segunda rodada.

Avançaram à quarta rodada do G1 da categoria 16 anos masculino os paulistas Gabriel Batagin, Rafael Tosetto, Breno Pereira e Gianluca Galdi, o mineiro Fredy Domingues, o paranaense Vitor Mello, o goiano Hugo Andrade, os cariocas Rodrigo Aguiar e Kim Rocha, os gaúchos Lucca Baptista e João Ceolin, além do cearense Armando Rangel.

O mato-grossense Mathaus Spiering foi o primeiro a se garantir na terceira rodada da categoria sub-25 anos masculino junto aos paulistas Fernando Bernardes, Lucas Silveira, Jonas Rodrigues, Vinicius Silva, Mauricio Santos e Victor Bertoldo, o catarinense Bruno Laurentino, os gaúchos Ramon Simonetti e Gabriel Nery, o brasiliense Leonardo Alves e o paranaense Flavio Tonon Filho.

Orlando Luz visita Brasileirão e treina no Clube do Exército

Orlando Luz treinou em quadra rápida no Clube do Exército

Orlando Luz treinou em quadra rápida no Clube do Exército

Brasília (DF), 17 de julho de 2014 – Atual número 3 do mundo no ranking juvenil ITF, campeão de duplas juvenis em Wimbledon e com uma temporada de bons resultados aos 16 anos, o tenista gaúcho Orlando Luz foi uma das atrações desta quinta-feira no Campeonato Brasileiro Juvenil ao visitar o torneio para acompanhar alguns jogos e treinar no Clube do Exército de Brasília, no Distrito Federal.

De passagem pela capital federal, Orlandinho lembrou de sua passagem pelos torneios do Circuito Juvenil Correios, que disputou antes de seguir para o circuito de Juniors da Federação Internacional de Tênis (ITF).

“São torneios magníficos, acho que hoje não posso estar participando por um bom motivo, por estar talvez um nível acima, e é legal ver o pessoal reconhecendo o meu esforço com os resultados que eu venho conquistando e estar aí com meu pai também para prestigiar os meninos que estão com ele e a equipe dele e também para dar uma olhada nos novos talentos do Brasil”, afirma Orlandinho, que é filho do treinador Orlando Luz, da MVB Tênis.

O gaúcho de Carazinho está em preparação para disputar os Jogos Olímpicos da Juventude de Nanquim, na China, entre 17 e 24 de agosto, ao lado de Marcelo Zormann e Luisa Stefani, além do treinador Luiz Peniza. Embora venha de títulos e boas campanhas no juvenil, o tenista ressalta que seu objetivo é chegar forte no profissional.

“Tem muita coisa pela frente ainda. É legal estar três do mundo, ganhar as duplas juvenis de Wimbledon, fiz vários resultados muito bons esse ano. Mas acho que falta muita coisa ainda, na verdade eu não conquistei nada. Então tenho cada dia que trabalhar mais para poder chegar no objetivo maior que é no profissional e ver como consegue desenvolver”, completa Orlandinho.

O Campeonato Brasileiro Juvenil acontece até o dia 27 de julho no Clube do Exército, com o G1 sendo disputado até o domingo, dia 20. A Copa das Federações será realizada de 21 a 23 de julho, enquanto o GA do Brasileirão acontece do dia 24 ao 27 deste mês.