Tenistas de nove estados conquistam Campeonato Brasileiro Juvenil 2014

DSC_1084

Brasília (DF), 27 de julho de 2014 – O Campeonato Brasileiro Juvenil de Tênis 2014 terminou neste domingo, no Clube do Exército de Brasília, premiando atletas de 9 estados entre as chaves GA das categorias 12, 14, 16 e sub-25 anos em simples e duplas, além do Tennis 10’s para tenistas das categorias 9 e 10 anos masculino e feminino.

Atletas de Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo se sagraram campeões brasileiros após 532 tenistas competindo apenas no Brasileirão, sem contar a Copa das Federações, que teve cerca de 300 atletas defendendo seus estados.

Entre os destaques da categoria 12 anos, os tenistas que representarão o Brasil na Coupe Le Blanc, Canadá, levaram os títulos de simples e duplas. No feminino, a catarinense Namie Isago venceu a final de simples contra a baiana Maria Fernanda Menezes por 6/2 e 7/5. Já no masculino o catarinense Pedro Boscardin derrotou o baiano Natan Rodrigues de virada, com 2/6, 7/6 e 6/2.

A mineira Marina Figueiredo foi campeã de simples e duplas nos 14 anos feminino ao vencer sua parceira gaúcha Laura Wayerbacher por 7/6 e 6/4. O título masculino ficou com o paulista Luiz Eduardo Santos, também vencedor nas duplas ao lado de Rodrigo Carvalho, bateu na final de simples o catarinense Henrique Klann por 6/2 e 6/1.

Vinda do qualificatório (G1), a paranaense Gabriela Araújo conquistou o título brasileiro de 16 anos feminino em simples ao bater a paulista Julia Silva por 7/6 e 6/2. Nas duplas, a mato-grossense Eduarda Ferreira e a paranaense Nathalia Gasparin foram campeãs. O brasiliense Rafael Wagner venceu o paulista Guilherme Scarpelli com 6/3 e 6/1 para ser campeão de 16 anos masculino em simples. Nas duplas, Scarpelli levou o título ao lado do gaúcho Victor Castro.

A paulista Natalie Silveira conquistou o título da categoria sub-25 anos feminino ao vencer a final contra a paranaense Eduarda Santos com parciais de 6/3 e 6/2. O título de duplas ficou com as brasilienses Gabriela Alves e Lara Soares. No masculino o título do sub-25 ficou com o paulista Augusto Laranja, que contou com o abandono do adversário Fernando Romboli por dores no cotovelo. Nas duplas, o paranaense Gabriel Sidney e o paulista Antonioni Fasano venceram.

No Tennis 10’s, a catarinense Carolina Laydner foi campeã de 9 anos feminino ao vencer a mineira Larissa Silva. No masculino o campeão foi o brasiliense João Vieira, que superou o mineiro Gabriel Prezotto. O título de 10 anos feminino foi conquistado pela mineira Carolina Cardoso, que venceu a paulista Ana Candiotto, enquanto o goiano Mateus Freitas foi campeão de 10 anos masculino ao derrotar o carioca Victor Alves na final.

 

Confira abaixo o resultado de todas as finais:
Tennis 10’s
9F – Carolina Laydner (SC) d. Larissa Silva (MG) – 4/2 4/1
9M – João Vieira (DF) d. Gabriel Prezotto (MG) – 4/1 4/3
10F – Carolina Cardoso (MG) d. Ana Candiotto (SP) – 4/1 4/2
10M – Mateus Freitas (GO) d. Victor Alves (RJ) – 4/0 4/0

 

Simples
12F – Namie Isago (SC) d. Maria Fernanda Menezes (BA) – 6/2 7/5
12M – Pedro Boscardin (SC) d. Natan Rodrigues (BA) – 2/6 7/6 6/2
14F – Marina Figueiredo (MG) d. Laura Wayerbacher (RS) – 7/6 6/4
14M – Luiz Eduardo Santos (SP) d. Henrique Klann (SC) – 6/2 6/1
16F – Gabriela Araújo (PR) d. Julia Silva (SP) – 7/6 6/2
16M – Rafael Wagner (DF) d. Guilherme Scarpelli (SP) – 6/3 6/1
25F – Natalie Silveira (SP) d. Eduarda Santos (PR) – 6/3 6/2
25M – Augusto Laranja (SP) d. Fernando Romboli (SP) – RET

 

Duplas
12F – Namie Isago (SC)/Maria Fernanda Menezes (BA) d. Thassane Abrahim (BA)/Nalanda Silva (GO) – 3/6 6/3 10-7
12M – Pedro Boscardin (SC)/Natan Rodrigues (BA) d. Matheus Ramos/Gabriel Muller (PR) – 6/3 5/7 10-2
14F – Laura Wayerbacher (RS)/Marina Figueiredo (MG) d. Catharina Azevedo (BA)/Luiza Fullana (DF) – 6/0 6/1
14M – Rodrigo Carvalho/Luiz Eduardo Santos (SP) d. Jackson Xavier/Luis Assis (CE) – 7/6 6/1
16F – Eduarda Ferreira (MT)/Nathalia Gasparin (PR) d. Georgia Gulin (PR)/Marina Prediger (RS) – 6/4 4/6 10-4
16M – Guilherme Scarpelli (SP)/Victor Castro (RS) d. João Ceolin/Lucca Baptista (RS) – 6/2 6/4
25F – Lara Soares/Gabriela Alves (DF) d. Ana Carolina Sigaki/Sophia Chow (SP) – 6/0 6/2
25M – Gabriel Sidney (PR)/Antonioni Fasano (SP) d. Victor Maynard (SE)/Gustavo Cruz (SP) – 6/3 7/5

Campeonato Brasileiro Juvenil conhecerá os campeões neste domingo

Fernando Romboli (SP) Crédito: Divulgação/CBT

Fernando Romboli (SP)
Crédito: Divulgação/CBT

Brasília (DF), 26 de julho de 2014 – O Campeonato Brasileiro Juvenil, principal etapa do Circuito Juvenil Correios, conhecerá os campeões de 2014 neste domingo, a partir das 9h, no Clube do Exército de Brasília, após 13 dias de competição somados o G1, o GA e a Copa das Federações.

A capital nacional terá as finais das categorias 9, 10, 12, 14, 16 e sub-25 anos, que começaram com o total de 649 tenistas no Campeonato Brasileiro (G1 e GA) e 291 na Copa das Federações.

A categoria sub-25 anos masculino terá a final entre dois atletas profissionais, com os paulistas Augusto Laranja e Fernando Romboli duelando pelo título e o prêmio de R$ 2 mil para o campeão, enquanto o vice-campeão levará R$ 1 mil. Em dia de rodada dupla, finalistas tiveram dificuldades nas semifinais. Laranja precisou virar a partida contra o brasiliense Marcos Bernardes com parciais de 1/6, 6/1 e 6/3, enquanto Romboli venceu o paulista Gustavo Cruz, de 17 anos, por 3/6, 6/3 e 6/3.

Na chave feminina do sub-25 a final terá uma jogadora que ingressou no circuito universitário dos Estados Unidos e outra que tomará o mesmo caminho nos próximos meses, a paranaense Eduarda Santos e a paulista Natalie Silveira. A classificação de Eduarda veio com a vitória sobre a brasiliense Lara Soares com parciais de 6/3, 6/7(7) e 7/6(4), enquanto Silveira derrotou a mineira Marina Pereira com 1/6, 6/4 e 6/1.

Campeão da etapa de Natal do Circuito Juvenil Correios, o brasiliense Rafael Wagner jogará em casa a final de 16 anos masculino contra o paulista Guilherme Scarpelli. Os dois tenistas fizeram jogos de três sets nas semifinais, com Wagner batendo o gaúcho João Ceolin por 4/6, 6/3 e 6/0, enquanto Scarpelli salvou um jogo em que esteve em apuros contra o paulista Gabriel Bugiga para vencer com parciais de 7/5, 0/6 e 6/4.

A decisão de 16 anos feminino será disputada entre duas tenistas que ainda não perderam sets na competição. A paranaense Gabriela Araújo, que passou pelo qualificatório sem correr riscos, se garantiu na decisão ao bater a mato-grossense Eduarda Ferreira com duplo 6/3 e enfrentará a paulista Julia Silva, que eliminou a também paulista Alessandra Silva com 6/0 e 6/2.

O paulista Luiz Eduardo Santos confirmou sua condição de cabeça de chave 1 na categoria 14 anos masculino e derrotou na semifinal o também paulista Jean Borges Filho com duplo 6/1. Seu adversário na decisão será o catarinense Henrique Klann, que virou uma partida difícil contra Mateo Reyes, que também compete por Santa Catarina, com 4/6, 6/4 e 6/1.

Outra final que colocará frente a frente duas tenistas sem sets perdidos será na categoria 14 anos feminino, que terá a mineira Marina Figueiredo e a gaúcha Laura Wayerbacher. Figueiredo derrotou na semifinal a também mineira Isabela Souza com parciais de 6/2 e 6/0, enquanto Wayerbacher superou a paulista Ana Luiza Cruz com 6/3 e 6/2.

Tenistas que representarão o Brasil na Coupe Le Blanc no Canadá, de 11 a 17 de agosto, decidem o título de 12 anos tanto na chave masculina quanto na feminina. O baiano Natan Rodrigues derrotou na semifinal o paulista Guilherme Zotin com 6/1 e 6/2 para encarar na final o catarinense Pedro Boscardin, que venceu o pernambucano Lucas Batista, que joga por São Paulo, com 7/5 e 6/4. A final feminina terá a catarinense Namie Isago, que venceu a a goiana Nalanda Silva por 7/6(9), 1/6 e 6/3, e a baiana Maria Fernanda Menezes, que bateu a mineira Ana Flávia Rodrigues com 6/0 e 6/1.

As finais do Tennis 10’s também acontecem neste domingo nas chaves de 9 e 10 anos masculino e feminino. Na chave de 9 anos feminino a final será entre a mineira Larissa Silva e a catarinense Carolina Laydner. As outras chaves terão semifinais e final neste domingo. Na categoria 9 anos masculino, competem o brasiliense João Vieira, o paulista Zack Silva, o mineiro Gabriel Prezzoto e o paulista Otávio Santos.

Na categoria 10 anos feminino competem as paulistas Ana Candiotto e Nayara Santos, a mineira Carolina Cardoso e a brasiliense Ana Beatriz Reis. Já na chave masculina de 10 anos o alagoano Gabriel Barbosa, o goiano Mateus Freitas, o paulista Diogo Pessoa e o carioca Victor Alves disputam as finais.

Veja abaixo todas as finais deste domingo:

Tennis 10’s
9 anos feminino: Larissa Silva (MG) vs Carolina Laydner (SC)
9 anos masculino: João Vieira (DF) ou Zack Silva (SP) vs Gabriel Prezotto (MG) ou Otávio Santos (SP)
10 anos feminino: Ana Candiotto (SP) ou Nayara Santos (SP) vs Carolina Cardoso (MG) ou Ana Beatriz Reis (DF)
10 anos masculino: Gabriel Barbosa (AL) ou Mateus Freitas (GO) vs Diogo Pessoa (SP) ou Victor Alves (RJ)

Simples
12 an0s feminino: Namie Isago (SC) vs Maria Fernanda Menezes (BA)
12 anos masculino: Natan Rodrigues (BA) vs Pedro Boscardin (SC)
14 anos feminino: Marina Figueiredo (MG) vs Laura Wayerbacher (RS)
14 anos masculino: Luiz Eduardo Santos (SP) vs Henrique Klann (SC)
16 anos feminino: Julia Silva (SP) vs Gabriela Araújo (PR)
16 anos masculino: Rafael Wagner (DF) vs Guilherme Scarpelli (SP)
Sub-25 feminino: Natalie Silveira (SP) vs Eduarda Santos (PR)
Sub-25 masculino: Fernando Romboli (SP) vs Augusto Laranja (SP)

Duplas
12 anos feminino: Namie Isago (SC)/Maria Fernanda Menezes (BA) vs Thassane Abrahim (AM)/Nalanda Silva (GO)
12 anos masculino: Pedro Boscardin (SC)/Natan Rodrigues (BA) vs Matheus Ramos/Gabriel Muller (PR)
14 anos feminino: Laura Wayerbacher (RS)/Marina Figueiredo (MG) vs Catharina Azevedo (BA)/Luiza Fullana (DF)
14 anos masculino: Rodrigo Carvalho/Luiz Eduardo Santos (SP) vs Jackson Xavier/Luis Assis (CE)
16 anos feminino: Eduarda Ferreira (MT)/Nathalia Gasparin (PR) vs Georgia Gulin (PR)/Marina Prediger (RS)
16 anos masculino: Rafael Wagner (DF)/Ben-Hur Filho (PR) ou Guilherme Scarpelli (SP)/Victor Castro (RS) vs João Ceolin/Lucca Batista (RS)
Sub-25 feminino: Ana Carolina Sigaki/Sophia Chow (SP) vs Lara Soares/Gabriela Alves (DF)
Sub-25 masculino: Fernando Romboli/Augusto Laranja (SP) ou Victor Maynard (SE)/Gustavo Cruz (SP) vs Antonioni Fasano (SP)/Gabriel Sidney (PR)

Brasileirão define finalistas neste sábado em Brasília

DSC_0676

Brasília (DF), 25 de julho de 2014 – O Campeonato Brasileiro Juvenil definiu nesta sexta-feira as tenistas classificadas para as semifinais femininas e os jogadores que disputam as quartas de final masculinas neste sábado no Clube do Exército de Brasília, no Distrito Federal, a partir das 8h30.

A categoria sub-25 anos masculino teve como surpresa a vitória do jovem paulista Gustavo Cruz sobre o carioca Victor Grassani, cabeça de chave 7. Principal favorito, Fernando Romboli avançou sem problemas junto a Augusto Laranja, Carlos Longhi Neto, Marcos Bernardes e Victor Maynard.

O atual campeão Vitor Oliveira foi eliminado pelo mineiro Victor Gonzaga com 7/6(4) e 6/2. Em partida equilibrada, o paranaense Gabriel Sidney se recuperou de um placar adverso de 4/1 no primeiro set para vencer o paulista Antonioni Fasano por 6/4 e 6/2.

Na chave feminina do sub-25 o destaque ficou para as atletas universitárias, com três jogadoras que jogam o circuito universitário dos Estados Unidos classificadas para as semifinais, a mineira Marina Pereira, a paulista Natalie Silveira e a paranaense Eduarda Santos, além da brasiliense Lara Soares, a mais jovem entre as semifinalistas.

O brasiliense Rafael Wagner perdeu apenas um game em sua estreia na chave de 16 anos masculino. Quem também avançou foi o paulista Guilherme Scarpelli, cabeça de chave 2. O gaúcho João Ceolin e o paulista Gabriel Bugiga, que vieram do G1, se garantiram nas quartas de final. Os outros classificados foram o paulista Renato Lima, o paranaense Ben-Hur Filho, o carioca Bernardo Neves e o goiano Armando Ferreira.

A chave feminina de 16 anos teve duas favoritas eliminadas nas quartas de final. As cabeças de chave Nathalia Gasparin e Marina Prediger perderam e as semifinais serão disputadas pelas paulistas Julia Silva, Alessandra Silva, a paranaense Gabriela Araújo e a mato-grossense Eduarda Ferreira, única cabeça de chave ainda na busca pelo título de simples.

O goiano Carlos Oliveira, que veio do G1, se classificou para as quartas de final ao eliminar o cabeça de chave 3 do torneio, o paulista Rodrigo Carvalho. Os outros quadrifinalistas serão os paulistas Luiz Eduardo Santos e Jean Borges Filho, os mineiros João Ferreira e Felipe Ferreira, além de Henrique Klann e Mateo Reyes, que jogam por Santa Catarina e do pernambucano Victor Batista, que defende o Paraná.

A mineira Marina Figueiredo venceu mais uma partida sem perder sets para ir à semifinal de 14 anos feminino e garantir seu estado na final, já que sua adversária será a também mineira Isabela Souza. A paulista Ana Luiza Cruz eliminou a mineira Maressa Caetano, cabeça de chave 3, e encara na outra semifinal a gaúcha Laura Wayerbacher.

Na chave de 12 anos o baiano Natan Rodrigues avançou às quartas de final para encarar o conterrâneo Gustavo Schwebel, que eliminou o cabeça de chave 5 do torneio, o paranaense Matheus Ramos. Os outros quadrifinalistas serão os paulistas Guilherme Zotin e Renan Silva, os alagoanos Roberto Cotrim Neto e Pedro Cardoso, além do pernambucano Lucas Batista, que joga por São Paulo, e o catarinense Pedro Boscardin Dias.

A catarinense Namie Isago e a goiana Nalanda Silva, que se enfrentam nas semifinais, estiveram em situação difícil na partida e conseguiram a virada para avançar eliminando as paulistas Erika Cheng e Giulia Bertellotti. A mineira Ana Flávia Rodrigues e a baiana Maria Fernanda Menezes jogam a outra semifinal.

O Tennis 10’s teve a primeira rodada disputada nesta sexta-feira, com a definição das semifinalistas na categoria 9 anos feminino, que terá a mineira Larissa Silva, a brasiliense Maria Luisa Oliveira, a goiana Mariana Soares e a catarinense Carolina Laydner na disputa. As chaves masculinas de 9 e 10 anos definiram os tenistas classificados para a segunda rodada e neste sábado terão vagas nas quartas de final e semifinais em disputa.

Inscrições abertas para a etapa de Cuiabá do Circuito Juvenil Correios

Cuiabá (MT), 25 de julho de 2014 – Estão abertas as inscrições para a quarta etapa do Circuito Juvenil Correios, que será realizada entre os dias 23 e 31 de agosto na cidade de Cuiabá, no Mato Grosso.

A etapa de Cuiabá será jogada nas quadras de saibro do Cuiabá Tênis Clube com as chaves G1 e GA, que tem gratuidade de hospedagem e alimentação para os tenistas das categorias 12, 14 e 16 anos, além da premiação em dinheiro na categoria sub-25 anos no masculino e feminino.

O G1 será disputado entre os dias 23 e 27 de agosto, enquanto o GA, que tem o maior número de pontos para o ranking nacional CBT, acontece entre os dias 28 e 31 de agosto.

Assim como ocorre em todas as etapas do Circuito Juvenil Correios, a etapa de Cuiabá também terá a disputa do Tennis 10’s, com as categorias 9 e 10 anos disputadas em quadras de medidas adequadas e bolas com a velocidade recomendada pela Federação Internacional de Tênis para cada categoria.

O encerramento das inscrições será no dia 4 de agosto e os tenistas podem garantir vaga no torneio pelo site da Confederação Brasileira de Tênis (www.cbtenis.com.br) com o valor de R$ 120 nas categorias de 12 a 16 anos, assim como no sub-25 anos. Os tenistas do Tennis 10’s pagam R$ 40 a inscrição, lembrando que os filiados até 10 anos não pagam anuidade da CBT.

Qualifiers começam bem no GA do Campeonato Brasileiro

Divulgação/CBT

Divulgação/CBT

Brasília (DF), 25 de julho de 2014 – O Campeonato Brasileiro Juvenil, principal etapa do Circuito Juvenil Correios, iniciou nesta quinta-feira a chave principal GA das categorias 12, 14, 16 e sub-25 anos masculino e feminino no Clube do Exército de Brasília, no Distrito Federal.

A primeira rodada já contou com tenistas vindos do qualifying (G1), que foi disputado na última semana. E alguns tenistas seguiram embalados para garantir vaga na segunda rodada do Brasileirão no GA.

Pela categoria 12 anos feminino, a paulista Erika Cheng, que veio do G1, derrotou a também paulista Camila Bossi por 7/5 e 6/2. Cabeças de chave, a catarinense Namie Isago, a baiana Maria Fernanda Menezes, a amazonense Thassane Abrahim e a goiana Nalanda Silva venceram a estreia

O carioca Matheus Paiva, que também veio do qualificatório de 12 anos masculino, derrotou o paranaense Lorenzo Volpi por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1, enquanto o brasiliense Vitor Cavalcante bateu o paulista Nicolas Zanellato de virada por 6/7, 7/5 e 7/5.

A paulista Jennifer Dourado, também qualifier, foi um dos destaques da categoria 14 anos feminino ao derrotar na estreia a baiana Catharina Azevedo por 7/6e 6/4. Entre as cabeças de chave, as mineiras Marina Figueiredo, Maressa Caetano e Isabela Souza venceram. A goiana Andressa Gomes, segunda favorita do torneio, acabou abandonando a partida contra a paulista Isabela Bifano por lesão quando perdia por 2/0 o primeiro set.

O goiano Carlos Oliveira e o paulista Mateus Alves foram os únicos atletas vindos do G1 que avançaram à segunda rodada do GA na categoria 14 anos masculino. Oliveira derrotou o capixaba Guilherme Simões por 7/5 e 6/4, enquanto Alves bateu o cearense Luis Eduardo Assis com parciais de 6/1 e 6/2.

Outras duas tenistas que vieram do G1 e avançaram à segunda rodada do GA foram a paranaense Gabriela Araújo e a paulista Alessandra Silva na categoria 16 anos feminino. Cabeça de chave 1, a paranaense Nathalia Gasparin perdeu apenas um game na estreia. A mato-grossense Eduarda Ferreira e a gaúcha Marina Prediger também avançaram.

Na chave masculina de 16 anos, os paulistas Arthur Justo e Gabriel Bugiga, além do gaúcho João Ceolin, venceram a primeira partida no GA depois de terem vindo também do G1.

Em dia de rodada dupla na categoria sub-25 anos feminino, a paulista Sophia Chow venceu a paranaense Kathleen Percegona para se garantir nas quartas de final. Natalie Silveira derrotou a brasiliense Kamila Klier e a paulista Ana Carolina Sigaki, assim como Lara Soares, que bateu Gabriella Alves e Julia Albuquerque para ir às quartas.

O paulista Lucas Silveira, que disputa o circuito universitário dos Estados Unidos, venceu a estreia depois de ter vindo do qualificatório. O brasiliense Vitor Oliveira, também do circuito universitário, começou bem a busca pelo seu terceiro título consecutivo ao vencer na primeira rodada da chave principal. Cabeça de chave número 5, André Baldo foi derrotado pelo paranaense Gabriel Sidney.

Crianças de escola pública na Ceilândia visitaram a Copa das Federações

Crédito: Divulgação/CBT

Crédito: Divulgação/CBT

Brasília (DF), 24 de julho de 2014 – A Confederação Brasileira de Tênis e os Correios realizaram junto à Federação Brasiliense de Tênis e a Capital Cap uma ação de tênis comunitário nesta quarta-feira durante as finais da Copa das Federações no Clube do Exército de Brasília, no Distrito Federal.

Cerca de 30 crianças de uma escola na classe 27 da Ceilândia, cidade satélite no Distrito Federal, tiveram aulas de tênis e ações lúdicas do esporte em uma das quadras onde foi disputado o maior torneio nacional por equipes durante o Campeonato Brasileiro Juvenil.

A ação foi coordenada por Ricardo Morais, um dos capacitadores da Confederação Brasileira de Tênis que trabalha o projeto pela CBT e a FBT para aumentar o alcance de praticantes entre crianças de escolas públicas do Distrito Federal.

“Nós aumentamos esse projeto, hoje já atingimos 25 escolas do Distrito Federal atendendo um total de 3 mil crianças. As aulas acontecem durante a Educação Física, os professores são capacitados dentro da escola, pelo capacitador da CBT, que no caso que sou eu. Nós doamos o material que é no caso mini-rede, raquetes e bolas e as aulas acontecem durante as aulas dentro das escolas”, explica Ricardo Morais.

“Esses professores também saem das escolas e vêm fazer uma capacitação continuada. Eles têm seis meses subsidiados pela FBT e CBT para melhorar o nível técnico deles e passar posteriormente para as crianças. Esse é um projeto que vem acontecendo desde setembro do ano passado e a nossa ideia é chegar ao fim do ano com 50 escolas no Distrito Federal, somente escolas de baixa renda e rede pública”, completa Morais.

Além de praticar tênis no Clube do Exército, as crianças tiveram a oportunidade de acompanhar algumas partidas da Copa das Federações e ficaram na torcida pelo Distrito Federal durante o confronto com o Rio de Janeiro na final da categoria 16 anos masculino, que foi vencida pelos brasilienses.

“Aqui são crianças de uma cidade satélite que chama Ceilândia, eles nunca viram um jogo de tênis e estão tendo um contato agora nas escolas. Hoje eles estão tendo uma oportunidade de saber o que é o tênis, de vivenciar o mundo do tênis”, finaliza o coordenador da ação.

Minas Gerais conquista a Copa das Federações pela primeira vez

Rubens Lisboa/CBT

Rubens Lisboa/CBT

Brasília (DF), 23 de julho de 2014 – Minais Gerais conquistou pela primeira vez a Copa das Federações nesta quarta-feira no Clube do Exército de Brasília ao superar São Paulo em uma disputa equilibrada, que terminou com seis pontos de diferença, enquanto o Rio Grande do Sul ficou com o terceiro lugar da competição.

Depois de São Paulo ter levado o troféu de campeão nas últimas edição, desta vez os mineiros comandaram a festa com o primeiro título após chegar perto em edições anteriores. Rio Grande do Sul e Distrito Federal empataram em pontos e a decisão pelo terceiro lugar ficou no saldo de vitórias.

Lázaro Ferreira, delegado da equipe de Minas Gerais, recebeu o troféu de campeão das mãos do árbitro-geral George Higuashi e homenageou Miguel Bechara, ex-presidente da Federação Mineira de Tênis, falecido no mês passado, lembrando que a conquista era um sonho do dirigente.

“Esse ano perdemos o presidente da Federação Mineira e era o torneio que ele mais investia. O sonho dele era ser campeão. A gente está muito emocionado porque queríamos muito mesmo ganhar, acho que toda federação tem que valorizar muito esse evento”, afirmou Lázaro Ferreira, o Lazinho.

“Obrigado a todos, os capitães foram muito bacanas, o evento foi muito bom e a gente fez de tudo para estar aqui. E no ano que vem estaremos aqui de novo e tentando brigar. Para nós é a primeira vez mesmo e nós queremos brigar por mais vezes agora”, completou o delegado da equipe mineira.

Entre as categorias, o Distrito Federal foi destaque com os títulos de 16 anos masculino e sub-25 anos feminino, sendo o único a vencer duas categorias nas chaves A. O Rio Grande do Sul venceu o sub-25 anos masculino A e também na categoria 16 anos masculino B. O Pará foi o grande vencedor das chaves B com as categorias 12 e 14 anos masculino. No total foram nove estados conquistando títulos de categorias: Alagoas, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo e Sergipe.

 

Confira abaixo a classificação geral:

1º Minas Gerais – 109 pontos
2º São Paulo – 103
3º Rio Grande do Sul – 90
4º Distrito Federal – 90
5º Paraná – 81
6º Goiás – 70
7º Santa Catarina – 58
8º Bahia – 42
9º Espírito Santo – 39
10º Alagoas – 34
11º Pará – 22
12º Rio de Janeiro – 19
13º Maranhão – 13
14º Mato Grosso – 13
15º Sergipe – 12
16º Ceará – 11
17º Rio Grande do Norte – 9
18º Tocantins – 2
19º Pernambuco – 2

 

Confira abaixo os campeões por categoria:

12 anos feminino: Goiás
12 anos masculino: Alagoas
12 anos masculino B: Pará
14 anos feminino: Minas Gerais
14 anos masculino: São Paulo
14 anos masculino B: Pará
16 anos feminino: Paraná
16 anos masculino: Distrito Federal
16 anos masculino B: Rio Grande do Sul
Sub-25 feminino: Distrito Federal
Sub-25 masculino: Rio Grande do Sul
Sub-25 masculino B: Sergipe

Copa das Federações tem decisão do estado campeão nesta quarta-feira

DSC_0072

Brasília (DF), 22 de julho de 2014 – A Copa das Federações conheceu na noite desta terça-feira os finalistas de todas as categorias nas chaves A e B para a definição do estado campeão que acontece nesta quarta-feira, a partir das 8h, com a rodada final no Clube do Exército de Brasília, no Distrito Federal.

O estado de Minas Gerais é o que tem mais tem equipes classificadas para finais com o total de quatro times buscando títulos nas categorias 14 anos masculino e feminino, 16 anos feminino e sub-25 anos feminino. Destaque para a vitória de virada sobre o Ceará na semifinal da categoria 14 anos masculino.

São Paulo vem a seguir com três equipes disputando finais nas categorias 12 anos masculino, 14 anos masculino e sub-25 anos masculino. A equipe paulista teve um confronto complicado contra a Bahia na categoria sub-25 masculino após a derrota de Fernando Romboli para Carlos Longhi Neto na primeira partida. Augusto Laranja venceu Evaldo Neto e em uma disputa equilibrada, Laranja e Romboli viraram a disputa contra a dupla da Bahia.

A equipe do Rio Grande do Sul disputa duas finais A nas categorias 14 anos feminino e também no sub-25 anos masculino. Na chave B, os gaúchos jogam a final de 16 anos masculino contra Alagoas. A equipe do Rio Grande do Sul contou com Fabricio Neis para derrotar o Paraná na semifinal do sub-25 masculino por 2 a 1.

Jogando em casa, o Distrito Federal também garantiu duas equipes na disputa de títulos nesta quarta-feira nas categorias 16 anos masculino e sub-25 anos feminino. Em um confronto bastante agitado e com a torcida jogando a favor, o time candango bateu São Paulo por 2 a 1 na semifinal de 16 anos masculino depois de virar uma disputa contra o Rio Grande do Sul no sub-25 feminino.

Alagoas (12 anos masculino), Goiás (12 anos feminino), Paraná (16 anos feminino), Rio de Janeiro (16 anos masculino) e Santa Catarina (12 anos feminino) também contam com equipes nas finais de chaves A.

O Pará é o estado com mais finais nas chaves B e decide os títulos de 12 e 14 anos masculino. Outras equipes com decisões a disputar nesta quarta-feira são Alagoas (16 anos masculino), Espírito Santo (sub-25 masculino), Mato Grosso (12 anos masculino), Rio de Janeiro (14 anos masculino) e Sergipe (sub-25 masculino).

O título de cada categoria na divisão A vale 20 pontos, enquanto o vice fica com 16, o terceiro com 13 e o quarto com 10. Na divisão B o título vale 10 pontos, com o vice levando oito, o terceiro colocado com seis e o quarto com três. Confira abaixo as finais que serão realizadas nesta quarta-feira:

Divisão A
12 anos feminino: Santa Catarina x Goiás
12 anos masculino: Alagoas x São Paulo
14 anos feminino: Minas Gerais vs Rio Grande do Sul
14 anos masculino: São Paulo x Minas Gerais
16 anos feminino: Paraná x Minas Gerais
16 anos masculino: Distrito Federal x Rio de Janeiro
25 anos feminino: Distrito Federal x Minas Gerais
25 anos masculino: Rio Grande do Sul x São Paulo

Divisão B
12 anos masculino: Pará x Mato Grosso
14 anos masculino: Rio de Janeiro x Pará
16 anos masculino: Alagoas x Rio Grande do Sul
25 anos masculino: Sergipe x Espírito Santo