Etapa Florianópolis do Circuito Nacional Infantojuvenil conta com mau tempo

Crédito: Rafael Coelho/CBT

A etapa Florianópolis do Circuito Nacional Infantojuvenil de Tênis contou com um ingrediente extra: o mau tempo na cidade desde o primeiro dia de competições. Para amenizar o atraso nas rodadas, a organização conseguiu distribuir os jogos em oito quadras cobertas de Florianópolis, cuidando da logística de transporte dos atletas para este locais. “Montamos um plano b para que todos os atletas pudessem ser bem atendidos e jogassem as rodadas em quadras com todas as condições necessárias para um torneio deste nível”, falou Eduardo Frick, Gerente Esportivo e de Eventos da Confederação Brasileira de Tênis.

 

Durante as disputas do Circuito Nacional Infantojuvenil de Tênis, a fisioterapeuta Silviane Vezzani ministrou uma palestra para pais e professores a convite da Confederação Brasileira de Tênis. A palestra foi no Lagoa Iate Clube, sobre o tema “Prevenção de lesões em tenista Infantojuvenil: abordagem prática”.

 

“Foi excelente. Eu acreditava que teriam 10 ou 15 pessoas, que é mais ou menos isso que dá em torneios, mas apareceu bastante gente, em torno de 40 e 50 pessoas extremamente participativos, perguntando muitas coisas interessantes. A intenção da fisioterapia esportiva é que a gente mantenha os atletas em torneios’, afirmou Silviane Vezzani.

 

A fisioterapeuta está preocupada com os tenistas e acredita que com essas palestras eles podem se motivar a seguir jogando. “Eu vejo que hoje em dia tem uma diminuição de tenistas no infantojuvenil e com 14 anos acabam querendo parar, pois é mais fácil jogar vídeo-game. O que queremos é manter eles motivados, felizes, jogando e acho que uma das formas é essa, quanto mais conhecimento, mais ele quer jogar”, disse.

 

Silviane Vezzani é fisioterapeuta Esportiva há 32 anos, trabalhou na equipe da Copa Davis de 1991 a 1998 e na ATP de 1994 a 2000. É especializada em ciências do movimento, estabilização segmentar e terapia manual.

 

Pais e técnicos de tênis aprovam essa iniciativa da CBT. “Muito Boa. A palestrante domina totalmente o assunto, passou muitas coisas para prevenir contusões e como fazer corretamente os alongamentos”, disse Wilson Campos, pai de Aécio Fonte, que joga o 14 masculino.

 

Professor há mais de 20 anos de tênis, Ivan Cressoni filho acredita que a palestra agregou bastante para seus conhecimentos. “Uma boa iniciativa, muito legal, importante essas palestras agregarem o Circuito Nacional. Uma fisioterapeuta de renome e sabedoria gigante, que passou muitas informações boas para nós. Tomara que a CBT continue com essas ações, essas atitudes, que teve aqui em Florianópolis, para trazer outros profissionais nas próximas etapas”, falou o treinador da Cressoni Tênis em Araras, São Paulo.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s